Homenagem pelo Centenário de Nascimento da
Profa. Ignêz Novaes Romeu (1916 – 1994)
 
23 de Novembro de 2016

Muitos alunos e atuais professores de yoga tiveram a honra de, como eu, realizar esta prática com a professora Ignêz Novaes Romeu em uma sala com tatames que se transformava num “pequeno ashram”.

 

O ashram, um lugar propício para a meditação e a instrução espiritual, geralmente situa-se afastado da cidade e próximo à natureza. O Instituto da querida "Dona Ignêz", no entanto, se localizava num edifício comercial, em pleno centro de São Paulo e lá, o retiro era interno.

 

Lembro-me da sensação de mudança interior ao entrar na sala de prática e fazer a aula com a professora Ignêz... Alegre e fiel aos valores essenciais do yoga, ela nos conduzia, quase cantando e marcando o ritmo dos asanas e pranayamas, até a meditação final.
 

Saudades e alegria por ter desfrutado de sua companhia até seu falecimento. Feliz por ter partilhado momentos de convívio em sua casa onde, independentemente do assunto, sempre foi possível aprender com suas observações e comentários.

D. Ignêz deixou uma grande influência em mim e em inúmeros alunos que a conheceram.... Quando contava sobre as experiências vividas enquanto estudou na Índia, me encantava e incutia em mim a certeza de que eu deveria conhecer aquele lugar pessoalmente. Assim aconteceu e, mais uma vez, lhe sou muito grata!


Formada em Educação Física, Ignêz Romeu fez mestrado no Smith College, em Massachusetts, onde conheceu os benefícios do yoga e soube do Instituto que estudava cientificamente tais benefícios. Ela nos deixou também a tradução, para o português, do livro original em inglês ASANAS, escrito pelo Swami Kuvalayananda.

 

Em 1966 viajou à Índia e, ao voltar ao Brasil, trabalhou até os 70 anos de idade como professora na Escola de Educação Física da USP. A professora Ignêz lecionou no Instituto Shimada, antes de fundar o Instituto de Yoga Lonavla na década de 1980.

 

Pioneira, Ignêz Novaes Romeu foi a primeira mulher a participar do curso de Yoga em Kaivalyadhama, até então destinado apenas a homens.

O engano da sua admissão aconteceu porque seu sobrenome, Romeu, fez com que pensassem que se tratasse de mais um aluno.

 

A determinação da professora Ignêz e a aceitação do Swami Kuvalayananda permitiram que ela fosse até a Índia estudar e abrir caminho para que tantas outras mulheres (indianas e estrangeiras), dentre as quais eu me incluo,

pudessem e possam frequentar o curso até hoje.

 

D. Ignêz convidou professores do Instituto Kaivalyadhama para virem ao Brasil ministrar palestras, numa época em que o acesso aos ensinamentos e aos mestres indianos era restrito.

 

Hoje, o Instituto de Yoga Lonavla tem orgulho de sua história, permanece no mesmo edifício de sua fundação e mantém as características do espaço e, sobretudo, a tradição da prática ensinada pela nossa querida professora Ignêz,

à qual prestamos nossa homenagem e grande agradecimento!

 

Silvia Meireles

***

"Agradeço à yoga, principalmente, a saúde que desfruto com mais de 80 anos. Devo a ela meu equilíbrio mental e físico. Tenho 40 anos de prática neste instituto, primeiro com D. Ignêz e agora com a professora Sílvia. Pretendo continuar até onde puder."

 

Arakcy Gharihian Kadayan

Silvia Meireles, Arakcy G. Kadayan (aluna que até hoje frequenta as aulas do instituto) e Profa. Ignêz Novaes Romeu

© 2019 por I.Y.Lonavla.
  • Facebook Social Icon

Curta nossa página!

Rua Frederico Abranches, 389 – cj. 102

Santa Cecília - São Paulo / SP

Telefone/Fax: (+55 11) 3361-7305

        (+55 11) 96598-6688

E-mail: contato@yogalonavla.com.br

Raga Bageshree - Fábio Kidesh
00:00 / 00:00
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now